Sacopenapã

Edmilton di Bem


O céu abençoou
A expedição que aqui chegou
E a tribo do império inca
Por sacopenapã se encantou
Nas ondas da ambição
Veio a santa padroeira
Kopakawana és das águas soberana
E um milagre veio a devoção de um povo
Por tanta fé o bispo te emancipou
E lá do alto sua igreja ganhou fama
Que batizou esse lugar copacabana

Eu vou na arte de debret
No bonde com você
Atravessar o túnel da evolução
No palace... o luxo e o requinte à francesa
Do forte contemplar a natureza

Estrelas, brilham nas telas a iluminar
Poeta, a lua sempre vai te acompanhar
Chão de poesias, canções, boêmias
Um drink, um banquinho e um violão
Princesa, eterna paixão
É praia, é sol, curtição
No teu centenário nasce a alegria
Canta galo, pavãozinho e pavão
Um mar de fantasia, um banho de emoção
Para este sonho ser real
Nossa escola campeã do carnaval

Odoyá, karoque, orunmilá
Trago oferendas a rainha yemanjá

Compositor: Marcio André Filho/ Gabriel Fraga/ Adelson/ Virgínia/ Edvander / Telmo Augusto

Letra enviada por Leandro Saueia

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Edmilton di Bem no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS