Edith Piaf

Soeur Anne (tradução)

Edith Piaf

30 Anniversaire: l' Intégrale 1946-1963


Soeur Anne


Irmã Anne, você vê alguma coisa que vem?


vejo soldados cobertos de armas

Tudo pronto para morrer e matar

Em todo lugar que eu vejo apenas lágrimas

O mundo parece se acostumar

eu vejo, mais violento do que a peste. Ódi

cobrir o horizonte

lágrima homens, ódio

Fronteiras, armas, prisões

O amor que não tem nada para fazer

Vamos deixar-nos, por sua vez

Na Terra ele era solitário

amar precisa de amor


Irmã Anne, você vê alguma coisa que vem?


Eu vejo as crianças sem a sua mãe

eu ver os pais sem filhos

e camponeses sem terra

vejo camponeses sem terra

vejo grandes casas vazias

E grandes casas vazias

As pessoas enfrentam lívido

Quem andar sem cantando

homens tentando sorrir

mulheres olhar muito assustado

idade que não pode mais rir

jovens que já estão velhos


Irmã Anne, você vê alguma coisa que vem?


Eu vejo uma grande luz

Quem parece vir de longe

eu vejo uma mãe e filho

Meu Deus, eles estão longe, eles são

Aqui eles se aproximam da terra

A criança cresceu, eu vejo

Ela chegou a compartilhar nossas misérias. J

ele traz a sua cruz

Logo, sua ira divina

perseguir os demônios para sempre

breve retorno à terra

Vida, misericórdia e amor


irmã Anne, quando ele vai voltar?

Soeur Anne


Soeur Anne, ne vois-tu rien venir?


Je vois des soldats couverts d’armes

Tout prêts à mourir et à tuer

Partout je ne vois que des larmes

Le monde semble s’y habituer

Je vois, plus violente que la peste

La haine couvrir l’horizon

Les hommes se déchirent, se détestent

Frontières, mitrailleuses, prisons

L’amour qui n’a plus rien à faire

Viens de nous quitter à son tour

Sur terre il était solitaire

L’amour a besoin de l’amour


Soeur Anne, ne vois-tu rien venir?


Je vois des enfants sans leur leur mère

Je vois des parents sans enfants

Et des paysans sans leurs terres

Je vois des terres sans paysans

Je vois des grandes maisons vides

Et de grands vides dans les maisons

Des gens au visage livide

Qui marchent sans chanter de chansons

Des hommes qui essaient de sourire

Des femmes au regard si peureux

Des vieux qui ne savent plus rire

Des jeunes qui sont déjà vieux


Soeur Anne, ne vois-tu rien venir?


Je vois une grande lumière

Qui semble venir de très loin

Je vois un enfant et sa mère

Mon Dieu, qu’ils sont loin, qu’ils sont loin…

Voici qu’ils s’approchent de la terre

L’enfant a grandi, je le vois

Il vient partager nos misères

Déjà il apporte sa croix

Bientôt sa divine colère

Chassera le démons pour toujours

Bientôt reviendra sur la terre

La vie, la pitié et l’amour


Soeur Anne, quand va-t-il revenir?...

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS