Edith Piaf

Reste (tradução)

Edith Piaf

1935-1942 / 1936-1945


Resto


Tínhamos deixado ambos

E, de repente, não é curioso

Nós nos encontramos cara a cara

Acreditava-se nunca se encontrar novamente

Porque depois de uma cena de uma noite

Eu lhe disse: "Vai Tudo isso desaparece"

Agora que tudo está acabado

E nossos corações estão definidos

Não acho que mais do que gestos bonitos

Vamos falar apenas como amigos

Não! Não vá! Só um momento

Vinde, peço

Resto


Ainda assim, nós conversamos um pouco

A partir do momento que foram felizes

Para nós Fumes, eu acho

Naquele momento meu coração mudou

Realmente não me lembro

O que nossos minutos divinos

O mal que nos fizeram

desaparece gradualmente

Quando eu falar tudo o resto

Sua mão treme em meus dedos

Você se lembra... porquê

Querendo você já ir?

Resto


resto! Pelo menos no fundo do seu coração

Nada existe, eu tenho medo

Sua vida será outra?

Sim? Então, eu me amo muito mais!

Um novo amor chegou

Substitua o controle de nossas

Ah! Você vai encontrá-la hoje à noite

Além disso, o desejo, o que espero

você aparecer de repente

Oh não! Ainda não! Eu não quero!

Você não vai passar entre seus braços

Não vá, você ouve

resto!


resto! Oh, desculpe! ... Eu sofro muito!

eu estou aqui e eu digo palavras

Quem deixá-lo ver minha angústia

Sem você, eu chorava todas as noites

E encontrar você, eu esperava

Pelo menos uma explosão de ternura

Mas o quê? Lágrimas em seus olhos

É este o remorso, é um adeus?

Veja, eu tenho apenas um último gesto

E isso é oferecer a você o meu pobre coração

Onde sobrevive a toda a nossa felicidade

Oh! Querida! ... Você fica! ... Você fica

Reste


On s’était quittés tous les deux

Et brusquement, là, c’est curieux,

On se retrouve face à face

On croyait ne plus se revoir

Puisqu’après une scène, un soir,

Je t’ai dit: “Pars! Que tout s’efface!”

Maintenant que tout est bien fini

Et que nos coeurs se sont repris

Ne pensons plus qu’aux jolis gestes

Causons en amis simplement

Non! Ne pars pas! Rien qu’un moment…

Allons, voyons, je t’en prie…

Reste…


Reste que nous parlions un peu

Du temps où nous étions heureux

Car nous le fûmes j’imagine

En cet instant mon coeur ému

Vraiment ne se rappelle plus…

Que de nos minutes divines

Le mal que nous nous sommes fait

Petit à petit disparaît

Lorsque j’évoque tout le reste

Ta main frémit entre mes doigts…

Tu te rappelles… alors pourquoi

Vouloir t’en aller déjà?

Reste…


Reste! A moins qu’au fond de ton coeur

Plus rien existe, j’en ai peur

Ta vie serait-elle à une autre?

Oui? Alors, tu ne me m’aimes plus!

Un nouvel amour est venu

Remplacer la trace du nôtre

Ah! Tu vas la retrouver ce soir…

Aussi, quel désir, quel espoir

En toi soudain se manifestent

Oh non! Pas encore! Je ne veux pas!...

Tu n’iras pas entre ses bras!

Tu n’iras pas, entends-tu?

Reste!


Reste! Oh pardon!... Je souffre trop!

Je suis là et je dis des mots

Qui te laissent voir ma détresse…

Sans toi, chaque nuit je pleurais

Et te retrouvant, j’espérais

Au moins un élan de tendresse…

Mais quoi? Des larmes dans tes yeux?!

Est-ce un remords, est-ce un adieu?

Vois, je n’ai plus qu’un dernier geste,

Et c’est de t’offrir mon pauvre coeur

Où survit tout notre bonheur…

Oh! Chéri!... Tu restes!... Tu restes…

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS