Edith Piaf

Hymn to Love


A vida na rua é a mesma todo dia


A vida na rua é um maravilhoso jogo

Damas e amantes e banqueiros e vagabundos

Apressados enquanto a cidade vibra

Pessoas sérias enquanto outras são felizes

A música vinda de todos os Cafés

Existe toda a maravilha da vida e do amor

Longe, na rua coberta com o céu azul


Existe na multidão um pequeno homem

Apressando percorrendo seu caminho

Não muito grande, e vestindo cinza

Apenas um pequeno homem

Mas ele tem uma garota

Ele é um homem...

Ele possui uma jovem e amável garota

Talvez ela seja mandona demais

Mas que não pagaria para sentir seu toque?

Quem não pagaria, especialmente um homem

Que veste cinza


Ele não tem criança, não tem casa e não tem esposa

Ele vive um tipo de "vida de sábado"

Final de tarde de um sábado ele sobe as escadas

correndo

Afunda seu rosto nos cabelos dourados dela

Porque ele deveria preocupar se ele paga pelas jóias

dela?

Ele pode relembrar sua juventude nos braços dela

E sábado à noite ele pode viver mais uma vez

Sábado à noite ele pode viver apenas mais uma vez...


Depois de um dia carregado ele sobe a escada

Deixa uma carta embaixo da porta dela

Porque ele não abre a porta?

Ele sabe o que irá encontrar

Pobre homenzinho, ele está deixando para trás...

Ela se foi e ele está sozinho

Ela nunca irá dizer adeus

O que faz um homem chorar?

O que faz ele chorar?

Fora das ruas, abaixo do céu...



A vida na rua é a mesma todo dia

A vida na rua é um maravilhoso jogo

Damas e amantes e banqueiros e vagabundos

Apressados enquanto a cidade vibra

Pessoas sérias enquanto outras são felizes

A música vinda de todos os Cafés

Existe toda a maravilha da vida e do amor

Longe, na rua coberta com o céu azul

One Little Man


Life in the street is the same every day

Life in the street is a marvelous play

Ladies and lovers and bankers and bums

Hurry along while the big city hums

People are frowning while others are gay

Music tumbling from every café

There’s all of the wonder of life and love

Out in the street with the blue sky above


There in the crowd one little man

Hurries along upon his way

Nobody much, and turning gray

Just one little man

But he has a girl

He’s still a man…

He has a young and lovely girl

Maybe she does demand too much

But who wouldn’t pay to feel her touch

Who wouldn’t pay, especially a man

Who’s turning gray…


He has no children, no home and no wife

He lives a kind of the Saturday life

Saturday evening he runs up the stairs

Launches his face in her deep golden hair

Why should he care if he pays for her charms

He can recapture his youth in her arms

And Saturday night he can live once more

Saturday night he can live just once more…


Then one awful day he climbs the stairs

Picks up a note beneath her door

What should he tear it open for

He knows what he’ll find

Poor little man, he’s left behind…

She’s gone away and he’s alone

She never even said goodbye

Where does a fellow go to cry

Where does he cry?...

Out in the street, beneath the sky…


Life in the street is the same every day

Life in the street is a marvelous play

Ladies and lovers and bankers and bums

Hurry along while the big city hums

People are frowning while others are gay

Music is tumbling from every café

And there with the beautiful sky above…




Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS