Edith Piaf

N'y Vas Pas Manuel (tradução)

Edith Piaf


N'y Pas Manuel fevereiro


Ele tinha apenas 10 anos de idade, mas que já era

Brawler, insolente, cheio de violência

Seria difícil como cinema

E em toda parte, foi ele quem levou a dança

Passava os dias correndo pelas ruas

Pensando apenas lutar, bater

A mãe desesperada, que não podia mais

passou todo o seu tempo mendigando


Não vá, Manuel, não vá

Há coisas na vida que não tem

E você vai se arrepender mais tarde

Não vá! Não vá!

Quando finalmente, um dia você vai entender

O que realmente você chegou a fazer nada

Será tarde demais, não vá

Manuel, não vá lá


Agora é um cavalheiro

Quem não gosta de agentes

Ele não quer que a gente interferir em seus assuntos

Para a boa vida que tem um monte de dinheiro

E por isso, "não há duas maneiras

trabalho, irrita e depois, é cansativo

Ele está indo muito bem sem muito esforço

Sua esposa estraga-lo muito, mas não pedem muito

Ele repete todas as noites quando ele sai


Não vá, Manuel, não vá

Há coisas na vida que não tem

E você vai se arrepender mais tarde

Não vá! Não vá!

Quando finalmente, um dia você vai entender

O que você realmente estava errado de fazer isso

Será tarde demais, não vá

Manuel, não vá lá


Mas todos os seus sermões, Manuel não se importa muito

Hoje à noite ele fez um belo tiro

Este será o último, porque amanhã de manhã

Não será renovada na América

Com um passo flexível e leve ele vai calmamente

Para o lugar onde eles vão

Tudo é calmo e ainda vagamente entendido

A voz que vem de quem sabe onde


Não vá, Manuel, não vá lá... Coisa

Y na vida que não faz

E, mais tarde, você vai se arrepender

Não vá! Não vá!

cuidado, Manuel, tome cuidado! Atenção

Manuel, não vá!

Manuel, cuidado com Ma-nu-el... !

Ohh! ... Manual!

N'y Vas Pas Manuel


Il n’avait que dix ans mais il était déjà

Bagarreur, insolent, plein de violence

Il voulait être un dur tout comme au cinéma

Et partout, c’est lui qui menait la danse

Il passait ses journées à courir dans les rues

Ne pensant qu’à se battre, qu’à cogner…

Sa mère désespérée et qui n’en pouvait plus

Passait tout son temps à supplier:


N’y vas pas, Manuel, n’y vas pas

Y a des choses dans la vie qu’on ne fait pas

Et plus tard tu le regretteras

N’y vas pas! N’y vas pas!

Quand enfin un jour tu comprendras

Que vraiment t’as eu tour de faire ça

Il sera bien trop tard, n’y vas pas

Manuel, n’y vas pas.


C’est maintenant un monsieur

Qui n’aime pas les agents

Il veut pas qu’on se mêle de ses affaires

Pour avoir la belle vie il faut beaucoup d’argent

Et pour ça, ‘y pas trente-six manières

Le travail, ça l’ennuie et puis, c’est fatiguant

Il se débrouille très bien sans trop d’effort

Sa femme qu’il gâte beaucoup mais qui n’en demande pas tant

Lui répète tous les soirs quand il sort:


N’y vas pas, Manuel, n’y vas pas

Y a des choses dans la vie qu’on ne fait pas

Et plus tard tu le regretteras

N’y vas pas! N’y vas pas!

Quand enfin un jour tu comprendras

Que vraiment t’as eu tort de faire ça

Il sera bien trop tard, n’y vas pas

Manuel, n’y vas pas.


Mais de tous leurs sermons, Manuel se fout bien

Ce soir, il fait un coup magnifique

Ce sera le dernier car dès demain matin

Il va faire peau neuve en Amérique

D’un pas souple et léger il s’en va tranquillement

Vers l’endroit où ils ont rendez-vous

Tout est calme et pourtant il entend vaguement

Une voix qui vient on ne sait d’où:


N’y vas pas, Manuel, n’y vas pas…

Y des choses dans la vie qu’on ne fait pas…

Et plus tard, tu le regretteras…

N’y vas pas! N’y vas pas!

Attention, Manuel, sois prudent! Attention,

Manuel, n’y vas pas!...

Manuel, attention Ma-nu-el...!

Ohhh!... Manuel!...

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS