Edith Piaf

Monsieur Saint-Pierre (tradução)

Edith Piaf

1935-1942 / 1936-1945


Sr. Saint-Pierre


Você tem que admitir, eu amo a vida

e um pouco de belos rapazes

Eu tenho um coração que se multiplica

E isso me faz adições engraçadas

E eu não posso ter vergonha

Eu sou uma calma menina nada

Mas quando vai ser responsabilizado

Eu me pergunto se tudo correr bem

E isso me assusta porque me foi dito

Vamos não me levar para o céu


O meu bom Mr. Saint-Pierre

porque eu o meu caminho

Você pode me dar um sabão

E me chamar nomes

Você pode me fazer perder minha bolsa

O que eu roubei Rue du Bac

Mas marcar o meu lugar no céu

Tanta coisa me disse que era bonito

Olhe para mim

Eu sou tão pobre

Olhe para minhas mãos

Mãos de pobres

E veja todos os meus pecados

E o meu velho coração cansado de fazer batota

Há um monte de nomes escritos sobre elas

Não é minha culpa tudo o que gostava

O meu bom Mr. Saint-Pierre

Eu não sei como a oração

Mas eles dizem que você é tão bom

Segure o meu lugar no céu


Você tem que admitir que eu amava a vida

Mas agora me adiantar o que

Aqui estou bastante frio e duro todos

Entre quatro pranchas de madeira

A minha alma não é orgulhoso

frente porta de vidro

Onde eu vejo por trás de St. Peter

Uma eternidade ideal

Eu sou apenas uma alma qualquer coisa

Eu nem sei meus joelhos


O meu bom Mr. Saint-Pierre

Eu farei o meu caminho

Você pode tirar os meus desejos

privar-me de todas as minhas memórias

E mesmo confiscar meu clipe

que me paga o belo Filipe

Mas dê-me o meu lugar no céu

Tanta coisa me disse que era muito

Olhe para mim

Eu sou tão pobre

Olhe para minhas mãos

Mãos de pobres

E veja todos os meus pecados

E o meu velho coração cansado de fazer batota

De todos os nomes escritos sobre elas

Y 'tem mais do que uma, a de Jesus

O meu bom Mr. Saint-Pierre

Eu não sei como a oração

Então, digamos que eu não disse nada

Mas manter-me no paraíso

Monsieur Saint-pierre


Y’a pas à dire, j’aime bien la vie

Et un peu trop les beaux garçons

Moi, j’ai un coeur qui se multiplie

Et ça me fait de drôles d’additions

Et j’arrive pas à avoir honte

Je suis tranquillement un fille de rien

Mais quand faudra rendre des comptes

Je me demande si tout se passera bien

Et ça me fait peur, car on m’a dit

Qu’on me prendrait pas au paradis.


Ô mon bon monsieur Saint-Pierre

Moi, je vous cause à ma manière

Vous pouvez me passer un savon

Et me traiter de tous les noms

Vous pouvez me faire perdre mon sac

Celui que j’ai volé rue du Bac

Mais retenez ma place au paradis

On m’a tellement dit que c’était joli

Regardez-moi bien

Je suis si pauvre

Regardez mes mains

Des mains de pauvre

Et regardez tous mes péchés

Et mon vieux coeur las de tricher

Y’a des tas de noms écrits dessus

C’est pas de ma faute ils m’ont tous plu

Ô mon bon monsieur Saint-Pierre

Je ne sais pas faire de prière

Mais on dit que vous êtes si gentil

Retenez ma place au paradis.


Y’a pas à dire j’aimais la vie,

Mais maintenant ça m’avance à quoi,

Me voilà toute froide et toute raidie

Entre quatre planches de bois.

Vraiment mon âme n’est pas fière

Devant la porte de cristal

Où j’entrevois derrière Saint-Pierre

Une éternité d’idéal,

Je ne suis qu’une âme de rien du tout,

Je ne sais même pas me mettre à genoux.


Ô mon bon monsieur Saint-Pierre

Moi je vous cause à ma manière,

Vous pouvez m’enlever mes désirs

Me priver de tous mes souvenirs

Et même me confisquer mon clip,

Celui que m’a payé le beau Philippe,

Mais donnez-moi ma place au paradis,

On m’a tellement dit que c’était joli.

Regardez-moi bien

Je suis si pauvre,

Regardez mes mains,

Des mains de pauvre,

Et regardez tous mes péchés

Et mon vieux coeur las de tricher,

De tous les noms écrits dessus

Y’en a plus qu’un, celui de Jésus.

Ô mon bon monsieur Saint-Pierre

Je ne sais pas faire de prière,

Alors mettons que je n’ai rien dit

Mais gardez-moi au paradis.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS