Edith Piaf

Madeleine Qui Avait du Coeur (tradução)

Edith Piaf

1935-1942 / 1936-1945


Madeleine que teve o coração


Ela tinha a alma serena

E os anjos franqueza

Eles chamaram Madeleine

Ela tinha um monte de coração


Já o dia de seu nascimento

Estava chovendo, o céu estava baixo

Ela teve uma infância muito triste

porque seus pais não gostavam dele


Ela rezou com inocência

Como parecendo pedir desculpas

Meu Deus perdoe nossa infância

E aqueles que nos geraram


Ela tinha a alma serena

E os anjos franqueza

Eles chamaram Madeleine

Ela tinha um monte de coração


crescendo este ingênuo

Sentit crescer o seu coração também

Estas são coisas que acontecem

Um bom coração nunca é pequena


crescendo este ingênuo

lotes conheciam, muitas amantes

Estas são coisas que acontecem

Quando você tem um coração tão grande


do amor a sua alma estava cheia

Ela era muito sincero

Eles chamaram Madeleine

Ela tinha um monte de coração


Ela era frágil e dócil

E nada sabia recusar

Mas ela tinha um coração fraco

E o coração é usado para amar também


Ela era frágil e dócil

E viveu por amor

Mas o grande coração que era frágil

Ele parou para sempre


Ring Ding dong sinos doe

céu noturno flores desaparecer

Ela morreu Madeleine

Na cardiopatia

Madeleine Qui Avait Du Coeur


Elle avait l’âme sereine

Et des anges la candeur

On l’appelait Madeleine

Elle avait beaucoup de coeur


Déjà le jour de sa naissance

Il pleuvait, le ciel était bas

Elle eut une bien triste enfance

Car ses parents ne l’aimaient pas


Elle priait avec innocence

Comme ayant l’air de s’excuser

Mon Dieu pardonnez notre enfance

Et ceux qui nous ont enfantés


Elle avait l’âme sereine

Et des anges la candeur

On l’appelait Madeleine

Elle avait beaucoup de coeur


En grandissant cette naïve

Sentit grandir son coeur aussi

Ce sont des choses qui arrivent

Un bon coeur n’est jamais petit


En grandissant cette naïve

Connut des tas, des tas d’amants

Ce sont des choses qui arrivent

Quand on a le coeur aussi grand


D’amour son âme était pleine

Elle était toute de candeur

On l’appelait Madeleine

Elle avait beaucoup de coeur


Elle était frêle et docile

Et ne savait rien refuser

Or elle avait le coeur fragile

Et le coeur s’use à trop aimer


Elle était frêle et docile

Et ne vivait que pour l’amour

Or ce grand coeur qu’était fragile

Il s’est arrêté pour toujours


Sonnez cloches Ding dong daine

Nuit du ciel fanent les fleurs

Elle est morte Madeleine

D’une maladie de coeur

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS