Edith Piaf

Celui Qui ne Savait Pas Pleurer (tradução)

Edith Piaf

L' Integrale 1936-1945


Que sabia, não chore


Esta é a história de um cara normal

Quem nunca poderia chorar

Ele não podia pagar

Mas ele teria gostado

Para de chorar, alivia-lo

E ele coloca você no coração bálsamo

Mas ele era muito velho

Para aprender de cor o sofrimento

Ele tentou se concentrar

Para mover-se inesperadamente

Mas ele sabia que não devia chorar

E isso é o que o entristecia

Para pagar esse pequeno momento

Onde estamos realmente infeliz

Y fabricados aborrecimento

Inventado em sérios apuros

E por que ele sabia como fazê-lo

A julgar pelo seu passado

Ele até tentou se enforcar

prova que ele amava não rir

Quando surgiu uma grande desgraça

Imediatamente ele foi encantador

Mas foi bom para perfurar o coração

Ele não conseguia encontrar uma lágrima

Ele passou por ele de repente

O encontro perto de uma fonte

Onde estava lavando a primavera

A criança que teve problemas

Em seu pequeno avental de lona

Ela chorou como uma criança

Ele viu os olhos cheios de estrelas

Então ele fez o mesmo

Um cara como esse não é comum

Pois não era como nós

Uma vez que ele tem que pesar

Ele teve a tristeza de outros

O garoto estava sozinho no mundo

Todos os dias, todas as noites

E acima de tudo, ela era loira

Então, ele levou com ele

Ele está feliz porque ela é

Quem lhe ensinou a chorar

Mas a lição foi muito bom

A menina também... tudo perdido

Ele tornou-se muito infeliz

enganou mais do que merece

E todos os dias, ele chora um pouco

Agora ele sabe, ele beneficia

Celui Qui Ne Savait Pas Pleurer


C’est l’histoire d’un type moyen

Qui n’avait jamais pu pleurer

Il en avait pas les moyens

Pourtant il aurait bien aimé

Car de pleurer, ça vous soulage

Et ça vous met du baume dans le coeur

Mais lui, il avait passé l’âge

D’apprendre le chagrin par coeur

Il essayait de se concentrer

Pour s’émouvoir à l’improviste

Mais non il savait pas pleurer

Et c’est ça qui le rendait triste

Pour se payer ce petit instant

Où l’on est vraiment malheureux

Y se fabriquait des embêtements

Inventait des ennuis sérieux

Et pour ça il savait s’y prendre

A en juger par son passé

Il avait même tenté de se pendre

Preuve qu’il aimait pas rigoler

Quand se présentait un beau malheur

Tout de suite il lui faisait du charme

Mais il avait beau se crever le coeur

Il pouvait pas trouver une larme

Ça lui a passé subitement

Rencontrant près d’une fontaine

Où se débarbouillait le printemps

Une gosse qui avait de la peine

Dans son petit tablier de toile

Elle pleurait comme une enfant

Il a vu ses yeux pleins d’étoiles

Alors il en a fait autant

Un type comme ça, c’est pas commun

Car il était pas comme nous autres

Puisque, pour qu’il ait du chagrin

Il lui fallait le chagrin des autres

La gosse était toute seule au monde

Toute seule le jour, toute seule la nuit

Et puis surtout, elle était blonde

Alors il l’a prise avec lui

Il est content puisque c’est elle

Qui lui a appris à pleurer

Mais la leçon était trop belle

La fille aussi… tout a raté

Il est devenu bien malheureux

Trompé plus qu’il ne le mérite

Et tous les jours, il pleure un peu

Maintenant qu’il sait, il en profite.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS