The Man From The Oldest Buildings (tradução)

Ed Motta

Chapter 9


O homem do prédio mais velho


Se eu pudesse curtir

A música no ar

Se eu pudesse dançar por aí

Se eu fosse daquele tipo que

Luta pra viver

Sem nunca se preocupar


E num prado verde

Eu correria até ficar leve

E nos retratos, ficasse ‘bem na foto’

E em todas as ruas

Existisse alguém lá

Para me dar um abraço apertado


Mas eu nunca vou

(Nem ao menos tento)

Onde os outros vão

(Eu nem choraria por eles)

E o discernimento que eu tenho

Ninguém mais vai ter


Ninguém está lá

Quando eu subir a escada

E ninguém está

Assistindo meus filmes

Os filmes onde vivo

Ninguém na calçada

Do meu lado

Ninguém vai pedir

Minhas tortas

E para me acompanhar neste

Meu drink do inferno*

Não há ninguém


E eu vou para casa

Encontrar minha cadeira recém comprada

E assobio algo no ar

Então a porta do elevador se abre

E lá está você


Tudo ao seu redor

Tem cheiro de novo

Tudo em você

Resplandece à visão

Quando liguei as luzes

E fechei a porta

Lá estava você


Veja minha mobília

(experimente minhas almofadas empoeiradas)

Veja a paisagem da minha janela

(Há um morcego dançando)

Eis aqui meus selos antigos

É, eu coleciono este tipo de coisa


Mas esqueci

De me apresentar

Eu sou o cara

Da mais antiga das construções

Da festa mais vazia

Das roupas mais estranhas

No topo das listas daqueles

que não têm compromisso sério

Mas ainda possuo uma chama

De um dia mudar e aprender.

Ah, por favor, queira sentar-se...





The Man From The Oldest Buildings


If I could love

The music in the air

If I could go

Just dancing everywhere

If I was the one

Who fights to live

With never care


And in green parks

I'd run until I'm light

And in pictures

I'd be the best upright

And in every street

Someone was there

To hold me tight


But I never go

(I don't even try to)

Where the others go

(I don't even cry for)

And the taste I find

No one else will find


No one is there

When I climb the stairs

And no one ever

Is watching my movies

The movies I live in

No one on the sidewalk

The side that I step on

Nobody will order

My sweet pies

And so

For this helluva drink

I'm alone

With me, me


And I go home

To meet my newest chair

And I whistle

Like something's in the air

Then the elevator doors unfold

And there was you


All around you

Is smelling something new

All about you

Is shining into view

When I turned the lights

And shut the door

Then there was you


See my furniture

(Try my dusty pillows)

See my window view

(That's a bat who dances)

These are my old stamps

I collect these things


But I forgot

To introduce myself

I'm just the guy

From the oldest of buildings

The emptiest party

The strangest of clothing

The top of the listings

Of no matches ever

But still burning deep

To be tempted to learn so

Oh, please won't you sit

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS