Girando en un Tacón (tradução)

Dulce María

Sin Fronteras


Girando em um Salto


Não me canso de pensar em você em casa situação

Não me de sentir falta das tuas mãos, não

Suave como seda, forte como um furacão

Que bem que você fica, tão perfeito


Eu estou sedente por você

Pela gravidade que você me tem


Beijos em minha pele

Corpo de coco e mel

Boca a boca da

Teu oxigênio vital

Você volta a tocar-me e giro em um salto

Girando em um salto


Beijos em minha pele

Eu quero te comer

Chocolate e noz

Tua boca me faz bem

Você volta a tocar-me e giro em um salto

Girando em um salto


Você é tão sortudo por me ter assim

Ninguém havia conseguido enlouquecer-me, não

Subo e minha maré com a lua do teu cheiro

Chove sua tormenta em meu deserto


Eu estou sedente por você

Pela gravidade que você me tem


Beijos em minha pele

Corpo de coco e mel

Boca a boca da

Teu oxigênio vital

Você volta a tocar-me e giro em um salto

Girando em um salto


Beijos em minha pele

Eu quero te comer

Chocolate e noz

Tua boca me faz bem

Você volta a tocar-me e giro em um salto

Girando em um salto


Quero, quero, quero

Eu te deixo ir bem dentro (adentro)

Sobe, sobe como espuma

Sobe a temperatura

Quero, quero

Baixa e vem direto ao coração


Beijos em minha pele

Boca a boca da

Você volta a tocar-me

E giro em um salto

Girando em um salto


Beijos em minha pele

Eu quero te comer

Chocolate e noz

Tua boca me faz bem

Você volta a tocar-me e giro em um salto

Girando em um salto

Girando en un Tacón


No me canso de pensarte en cada situación

No me canso de extrañar tus manos, no

Suave como seda, fuerte como un huracán

Que bien que me quedas, tan perfecto


Yo estoy sedienta de ti

Por gravedad tienes a mí


Besos en mi piel

Cuerpo de coco y miel

Boca a boca da

Tu oxígeno vital

Vuelves a tocarme y giro en un tacón

Girando en un tacón


Besos en mi piel

Yo te quiero comer

Chocolate y nuez

Tú boca me hace bien

Vuelves a tocarme y giro en un tacón

Girando en un tacón


Eres tan afortunado de tenerme así

Nadie había logrado enloquecerme, no

Subo y me marea con la luna de tu olor

Llueve tu tormenta en mi desierto


Yo estoy sedienta de ti

Por gravedad tienes a mí


Besos en mi piel

Cuerpo de coco y miel

Boca a boca da

Tu oxígeno vital

Vuelves a tocarme y giro en un tacón

Girando en un tacón


Besos en mi piel

Yo te quiero comer

Chocolate y nuez

Tú boca me hace bien

Vuelves a tocarme y giro en un tacón

Girando en un tacón


Quiero, quiero, quiero

Yo te dejo ir tan dentro (adentro)

Sube, sube como espuma

Sube la temperatura

Quiero, quiero

Baja y ven directo al corazón


Besos en mi piel

Boca a boca da

Vuelves a tocarme

Y giro en un tacón

Girando en un tacón


Besos en mi piel

Yo te quiero comer

Chocolate y nuez

Tú boca me hace bien

Vuelves a tocarme y giro en un tacón

Girando en un tacón


Compositor: Daniel Betancourt / Jannette Chao

Letra enviada por Caíque César

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS