• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    O poder que tem. O poder que tem

    Amo muito essas mulheres, as intempéries
    De uma espécie rara que você não se esquece
    Levantam cedo, fazem preces
    Lavam louça, dão a louca, esquecem da roupa
    E não me aborrecem

    Amo muito essas mulheres, as Cdf's
    Elas estudam, as vezes mudam
    Escrevem livros, tem apelidos atrevidos
    E não os merecem e não os merecem

    Amo muito essas mulheres, as tietes
    Sempre prontas pra vida, cheias de alegria
    Amam, se enganam dão sexy mas repetem
    Pivetes, confetes, canivetes

    Amo muito essas mulheres, as chicletes
    Grudam quando amam, quando amam mudam
    Choram quando se enganam, quando se enganam afundam
    Não saem, não vão. Gosto delas como elas são

    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    O poder que tem. O poder que tem

    Amo muito essas mulheres, as periguetes
    Olham no olho, pedem, fervem
    Sempre prontas, nunca tontas
    Espera pra ver o que elas aprontam

    Amo muito essas mulheres,
    Sobretudo as que um pouco de cada trás
    Que por honra não trai
    Aquelas que fazem um homem se sentir capaz

    Seu céu é um universo de constelações
    Sua galáxia um infinito poço de contradições
    Tem o controle do tempo e da estação
    Quase sempre caminham pela contramão
    Tem o poder de uma ?single ladies? tipo absoluta
    Não entram no jogo partem pra disputa
    Definem no tempo normal sem morte súbita
    São leais ao conceito e fiéis na conduta

    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    O poder que tem. O poder que tem

    Brinca, brinca, como quem não quer brincar comigo
    Chega, chega como quem quer flertar comigo
    Me prende nesse jogo me bota de castigo
    Me da logo a planta do seu princípio ativo

    Me faz transpirar deixa eu olhar de baixo pra cima
    Da aquela sacada e me inspirar só mais uma rima
    Me leva pro outro nível sem sair de cima
    Cobertura é o lugar que ela te leva e aplica

    Gosto quando assumi o controle e me diz o que fazer
    Morde minha orelha e tira o brinco e começa dizer
    Se preferir deixa a saliva expressar
    O que seu corpo está louco pra entregar
    Mostre o poder de comando sem me mostrar o plano
    Fazem do seu cheiro a química desse encanto
    Do seu gosto o antídoto pro meu pranto
    Umas gostam muito outras que nem tanto!

    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    Ela, ela, elas sabem. Ela, ela, elas sabem
    O poder que tem. O poder que tem

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Dughettu

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.