Lines In The Sand (tradução)

Dream Theater

Once in a Live Time


Algumas vezes, por um momento de prazer


E pela paixão, nos estavamos ansiando

Há uma mensagem que perdemos

Às vezes quando, o espiríto é deixado sozinho

Precisamos acreditar em algo

Para descobrirmos que crescemos


Reflexo trágico, calma protegida

Progresso estático, sensos se foram

Cuidado dormente, um último salmo


Vá embora com a maré

(Vá embora com a maré)

Pelos buracos em minhas mãos

(Pelos buracos em minhas mãos)

Uma multidão de espinhos à minha frente

(Uma multidão de espinhos à minha frente)

Desenhando linhas na areia


às vezes, se você está perfeitamente calmo

Você pode escutar o choro virgem

Pelo salvador de sua vontade

às vezes, seus castelos pelor ar

E as fantasias que você procura

São as cruzes que você carrega


Conflito sagrado, Prêmio abençoado

Cruzes choradas, Olhos imaculados

Adição desesperada, Fé disfarçada


Vá embora com a maré

(Vá embora com a maré)

Pelos buracos em minhas mãos

(Pelos buracos em minhas mãos)

Uma multidão de espinhos à minha frente

(Uma multidão de espinhos à minha frente)

Desenhando linhas na areia


Fabricamos nossos próprios demônios

Os convidamos até nossas casas

Jantamos com aliens

E lutamos a guerra sozinhos

Conjuramos nossos esqueletos

Nos alistamos ao refúgio de ladrões

Amendrontados por nossos guarda-roupas

Depois costuramos nossas mangas


No corrégo da consciência

Há um rio chorando

Viver se torna muito mais fácil

Uma vez que admitimos

Estamos morrendo


às vezes, nos destroços de nosso acordamento

Há um amargor que nos protege

E odiamos o motivo do ódio

às vezes cavamos buracos cedo

E cruficicamos nossos instintos

Pela esperança que não pudemos salvar


às vezes um olhar de olhos sem pecado

Centram nossas perspectivas

E pacificam nossos choros

às vezes a agonia que sobrevivemos

E os mistérios que criamos

São tecidos de nossas vidas


Vá embora com a maré

(Vá embora com a maré)

Pelos buracos em minhas mãos

(Pelos buracos em minhas mãos)

Uma multidão de espinhos à minha frente

(Uma multidão de espinhos à minha frente)

Desenhando linhas na areia




Lines In The Sand


[Backing vocals by Doug Pinnick of King's X.]

- John Petrucci


Sometimes, for a moment of bliss

And the passion, we're craving

There's a message we miss

Sometimes when, the spirits left alone

We must believe in something

To find if we've grown


Tragic reflex, shattered calm

Static progress, senses gone

Numb awareness, final psalm


Swept away with the tide

(Swept away with the tide)

Through the holes in my hands

(Through the holes in my hands)

Crown of thorns at my side

(Crown of thorns at my side, yeah, yeah, yeah)

Drawing lines in the sand


Sometimes, if you're perfectly still

You can hear the virgin weeping

For the savior of your will

Sometimes, your castles in the air

And the fantasies you're seeking

Are the crosses you bear


Sacred conflict, blessed prize

Weeping crosses, stainless eyes

Desperate addict, faith disguised


Swept away with the tide

(Swept away with the tide)

Through the holes in my hands

(Through the holes in my hands, yeah)

Crown of thorns at my side

(Crown of thorns at my side)

Drawing lines in the sand


We fabricate our demons

Invite them into our homes

Have supper with the aliens

And fight the war alone

We conjure up our skeletons

Enlist the den of thieves

Frightened from our closets

Then sewn upon our sleeves


In the stream of consciousness

There is a river crying

Living comes much easier

Once we admit

We're dying


Sometimes, in the wreckage of our wake

There's a bitterness we harbor

And hate for hatred's sake

Sometimes we dig an early grave

And crucify our instincts

For the hope we couldn't save


Sometimes a view from sinless eyes

Centers our perspective

And pacifies our cries

Sometimes the anguish we survive

And the mysteries we nurture

Are the fabrics of our lives


Swept away with the tide

(Swept away with the tide, yeah)

Through the holes in my hands

(Through the holes, holes in my hands)

Crown of thorns at my side

Drawing lines in the sand


Compositor: John Petrucci

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS