Gigante

Cascadura

Vivendo em Grande Estilo


Gigante em seu castelo lunar
Deitado em sua cama, ouvindo a sua harpa
Com todo o ouro que a riqueza pode oferecer
João em sua pobreza sem par
De feijões encantados semeados de primeira
Com o amor da moça que ele pode escolher
Gigante vive na solidão
Olhando cá pra baixo tanta gente entrelaçada
Afinal, de quê tanta grana pode lhe valer?
“Oh! Fee-Fi-Fo quero um amor”
Oh! Cantava assim pensando resolver
“Oh! Fee-Fi-Fo mas que solidão”
Tão miserável como um homem rico
Que não se espalha em filhos
João quer uma grana pra casar
A sua doce amada já lhe deu um ultimato
“Ah! João acho bom você pensar em se mexer”
Pé de feijão começa a brotar
Subindo pelas nuvens grande oportunidade
“Vai João!” “Vou não se não eu posso me perder...Oh! Por quê não vivemos só de amor? Oh! mulher tu quer dinheiro pra quê? Oh! A mim bastava o teu calor, só isso eu seria um homem rico mesmo sem grana”
Não se pode ter tudo que se quer,
Grana fácil e o amor de uma mulher
João enfim decide escalar
Soube que lá no alto os ovos são de ouro
E o gigante, é burro demais para lhe deter
Gigante vê João se chegar
Levar o seu tesouro sem sequer pedir licença
“Ah! João, acho que vou ter que esmagar você, Oh! Fee-Fi-Fo eu vou descer, Oh! Quem sabe alguém pode me querer”
“Oh venha não gigante irmão, nós somos demais, o pé não agüenta e a queda é longa”
Não se pode ter tudo que se quer,
Grana fácil e o amor de uma mulher

Compositor: Fábio Cascadura

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Cascadura no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS