Om

Djavan

Milagreiro


Eu já nem sei quem sou tão dedicado a ti um cobertor pro frio
queria ser teu "om" viver grudado, sim sempre ali, sempre ali
não sou nada indelével sou instável como a cidade
mas carrego pau e pedra só para ver-te mais à vontade
sem o mar a cobrir-te de sombras ou cores
livre pra amores desses que vêm e vão
sob o bronze da noite onde o mais são estrelas
todas ali para vê-la como fazer com os homens
ah! você que nasceu com o leito pro rio
que desafio querer-te acompanhar!...


© 1992 Luanda Edições Musicais Ltda.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Djavan no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS