Página inicial > Sertanejo > D > Divino e Donizete > Colar de Paixões

Colar de Paixões

Divino e Donizete


A vida muitas vezes cobra o que não devemos
A quem se reclamar a conta que ela cobrou
Os anos que tenho de estrada já foram o bastante
Pra entender que a gente paga o que não comprou

Levei sorriso e alegria
Onde tinha pranto
Plantei amor e amizade na terra do ódio
Onde tinha tempestade levei abonança
Isso foi em minha vida mais um episódio

Se eu errei
Em amar você
Se eu pequei
Em te desejar

Eu quero viver errando
Viver pecando
Mas quero te amar
(BIS)

Eu fui conquistar o amor já comprometido
O velho lindo namorado foi um novo amante
Busquei na terra do ouro o brilho da prata
Busquei na terra da prata o brilho do diamante

Ouvi declarações de amor
Em noites de lua
A lua sabe muito bem quem me causa dor
Em meu colar de paixões que tenho no peito
Essa paixão proibida é meu único amor

Compositor: Donizete Santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Divino e Donizete no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS