Arroz Com Pequi

Divino e Donizete


Eu dei razão pra menina
Quando veio me pedir
Ela ainda disse mais
Vem embora pra Goiás
Comer arroz com pequi

Os lábios dela disseram
Que só queriam os meus
Pra ela eu não sou santo
Pra ela eu sou um deus

Rainha do meu destino
Caminho da minha paz
Pra dizer toda a verdade
Encontrei felicidade
No estado de Goiás

Eu dei razão pra menina
Quando veio me pedir
Ela ainda disse mais
Vem embora pra Goiás
Comer arroz com pequi

O sol tem a cor de ouro
A prata cor do luar
Mas o brilho da paixão
Encontrei no seu olhar

Morreria de saudade
Sem destino pela vida
Se pra Goiás eu não fosse
Onde a banana é mais doce
E a pimenta é mais ardida

Eu dei razão pra menina
Quando veio me pedir
Ela ainda disse mais
Vem embora pra Goiás
Comer arroz com pequi

Comer arroz com pequi
É a tradição dessa gente
Mas aqui nessa poesia
Eu comparo diferente

O arroz é seu abraço
Pequi é seu beijo ardente
Eu estou feliz demais
Com a mió de Goiás
Goiana do sangue quente

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Donizete Santos

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Divino e Donizete no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS