• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • PLAY

    Encontrou algum erro na letra ou tradução? Colabore com a gente clicando nas frases abaixo ou enviando uma correção completa »
    A Pequena Sereia - Poor Unfortunate Souls
    I admit that in the past I've been a nasty
    They weren't kidding when they called me, well, a witch
    But you'll find that nowadays
    I've mended all my ways
    Repented, seen the light and made a switch
    True? Yes

    And I fortunately know a little magic
    It's a talent that I always have possessed
    And dear lady, please don't laugh
    I use it on behalf
    Of the miserable, the lonely and depressed
    (Pathetic)

    Poor unfortunate souls
    In pain
    In need
    This one longing to be thinner
    That one wants to get the girl
    And do I help them?
    Yes, indeed
    Those poor unfortunate souls
    So sad
    So true
    They come flocking to my cauldron
    Crying, "Spells, Ursula please! "
    And I help them?
    Yes, I do

    Now it's happened once or twice
    Someone couldn't pay the price
    And I'm afraid I had to rake 'em 'cross the coals
    Yes, I've had the odd complaint
    But on the whole I've been a saint
    To those poor unfortunate souls

    You'll have your looks! Your pretty face!
    And don't underestimate the importance of body language! Ha!

    The men up there don't like a lot of blabber
    They think a girl who gossips is a bore
    Yes, on land it's much preferred
    For ladies not to say a word
    And after all, dear, what is idle prattle for?

    Come on, they're not all that impressed with conversation
    True gentlemen avoid it when they can
    But they dote and swoon and fawn
    On a lady who's withdrawn
    It's she who holds her tongue who gets her man

    Come on, you poor unfortunate soul
    Go ahead!
    Make your choice!
    I'm a very busy woman
    And I haven't got all day
    It won't cost much
    Just your voice!
    You poor unfortunate soul
    It's sad
    But true
    If you want to cross a bridge, my sweet
    You've got to pay the toll
    Take a gulp and take a breath
    And go ahead and sign the scroll!
    Flotsam, Jetsam, now I've got her, boys
    The boss is on a roll
    This poor unfortunate soul!

    Beluga sevruga
    Come winds of the Caspian Sea
    Larengix glaucitis
    Et max laryngitis
    La voce to me!
    A Pequena Sereia - Pobres almas infelizes
    Eu admito que no passado eu fui vil
    Eles não brincavam quando me chamavam de uma, bem, bruxa
    Mas você verá que hoje em dia
    Eu ajeitei meus caminhos
    De repente, vi a luz e fiz um interruptor
    Verdade? Sim!

    E felizmente eu conheço algumas mágicas
    É um talento que eu sempre possuí
    E ultimamente, por favor não ria
    Eu a uso em favor
    Dos miseráveis, sós e deprimidos
    Patético

    Pobres almas infelizes
    Em dor
    Em necessidade
    Essa anseia ser mais magra
    Esse quer uma namorada
    E eu os ajudo?
    Sim, de fato
    Essas pobres almas infelizes
    Tão triste
    Tão real
    Eles vem reunindo-se em meu caldeirão
    Chorando, " Feitiços, Úrsula por favor! "
    E eu os ajudo?
    Sim, eu ajudo

    Agora, aconteceram uma ou duas vezes
    Alguém não conseguiu pagar o preço
    E eu temo que tive que passá-los através de brasas
    Sim, eu tive estranhas reclamações
    Mas no geral, fui uma santa
    Para aquelas pobres infelizes almas

    Terá sua aparência! Seu lindo rosto!
    E não subestime a importância da linguagem corporal! Há! "

    Os homens lá de cima não gostam de muita indiscrição
    Eles pensam que uma garota fofoqueira é uma chatice
    Sim, em terra é muito mais preferível
    Que as damas não digam uma palavra
    E depois de tudo, querida, pra que serve tagarelice inútil?

    Vamos, não são todos impressionados com conversas
    Os cavalheiros evitam o quanto podem
    Mas eles piram e desmaiam e bajulam
    A dama que é retraída
    Isto é, aquela que segura a língua consegue seu homem

    Vamos, sua pobre infeliz alma
    Vá em frente!
    Faça sua escolha!
    Sou uma mulher muito ocupada
    E não tenho o dia inteiro
    Eu não custo muito
    Só sua voz!
    Sua pobre alma infeliz
    É triste
    Mas é verdade
    Se você quer cruzar a ponte, minha querida
    Você terá que pagar pedágio
    Tome um gole e tome um ar
    E vá em frente e assine o inventário!
    Restos de naufrágio, refúgio, agora eu a tenho, meninos
    O chefe está no rolo
    Essa pobre alma infeliz

    Beluga sevruga
    Que venham ventos do Mar Cáspio
    Larengix glaucitis
    Et max laryngitis
    La voce to me!


    Aviso

    Esta tradução ainda não está completamente revisada pelos fãs e equipe do Vagalume. Colabore conosco enviando uma correção completa »


    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Disney

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.