Sopro de Brisa

Dino Franco e Mouraí

Warner 30 Anos: Dino Franco & Moura


Toada

Sopro de brisa que vem la das Campinas
Seu contato me fascina e me poe logo a cantar
Quanta ternura nesse afago tão suave
Como as plumas de uma ave me chamando pra voar.

O teu perfume esse aroma indescritível
Como alma invisível das florestas do senhor
Brota em meu peito sentimentos tão dispersos
Que eu vou compondo em versos a poesia do amor.

Sopro de brisa se no mesmo nascedouro
Dos florais de teus tesouros eu fizesse o berço meu
E por castigo esse Deus que eu nem conheço
Me cobrasse um certo preço que um poeta mereceu.

Eu certamente por roubar a natureza
Morreria na pobre a dizer as coisas do céu
Ate que u dia esses versos que esbanjo
Ressonassem com os anjos no infinito azul do céu.

Compositor: Dino Franco E Ten. Wanderlei

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Dino Franco e Mouraí no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS