Mina De Ouro

Dino Franco e Mouraí

Warner 30 Anos: Dino Franco & Moura


O meu pai era caboclo
Do tempo da monarquia
Eu também sou caboclão
Vim do jeito que eu queria

Fui criado no sertão
Com viola e cantoria
Violeiro de antigamente
Quando na viola batia
Distância de légua e meia
O tinido a gente ouvia

Fui tropeiro e fui carreiro
Num Brasil que já crescia
Era carro que cantava
E cincerro que tinia

As estradas do sertão
Foram minha academia
Cortando serra e baixada
Conheci a geografia
Tinha hora pra sair
Mas pra chegar só Deus sabia

Eu deixei o meu sertão
Eu troquei de moradia
Estou morando em são Paulo
Terra da garoa fria

Conheci uma paulista
Formada em filosofia
Eu fiz um bom casamento
Um tesouro descobria
Quando a viola não dava
A paulista garantia

Quando saí pelo mundo
Meu pai assim me dizia
Meu filho vá devagar
Gato que caça não mia

Aos poucos Deus foi me dando
Tudo quanto eu merecia
Meu burrão já está na sombra
Minha vida está macia
Tem uma mina de ouro
Quem sabe fazer poesia

Compositor: Lourival Dos Santos/J. Dos Santos

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Dino Franco e Mouraí no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS