Loteria do Amor

Dino Franco e Mouraí

Serra Molhada


Ao apostar na loteria do destino
Fiz um jogo tão cretino que jamais vou esquecer
Pois preenchendo o volante do desejo
Eu marquei com duplo beijo o cartão que lhe mandei
Fui decidido e sem ter nenhum receio
Apostei coluna do meio entre elas e você
Eu que julga ser das três o favorito
Hoje em dia admito que joguei para perder

Quem perde também ganha meu pai sempre dizia
No jogo desta vida mulher é loteria

Fui egoísta, pois pensei ganhar sozinho
As loucuras e carinhos deste jogo do amor
Mas entre tantos o desgosto logo veio
O destino fez sorteio e saiu coluna dois
E lastimando pelo triplo envolvimento
Eu agora me lamento por não tenho amor nenhum
E no futuro queira deus que eu não esqueça
Jogo zebra na cabeça ou fico na coluna um

Compositor: Tenente Wanderley/Dino Franco

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Dino Franco e Mouraí no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS