Página inicial > Sertanejo > D > Dino Franco e Mouraí > Arroz à Carreteiro

Arroz à Carreteiro

Dino Franco e Mouraí

Vol.11


Eu deixei meu rio grande lá no sul do meu país
Me arribei pra estas bandas esperando ser feliz
Hoje aqui longe do pago da querência e do galpão
A saudade é mais amarga do que o próprio chimarrão
Minha china prometida eu deixei lá em caxias
Deixei rastro em passo fundo perto de santa maria
O gaúcho da coxilha é igual a um beija-flor
Por toda parte que passa sempre deixa um novo amor

Santana do livramento esta saudade é cruel
Ajudai-me são Leopoldo e também são Gabriel
Quem me dera estar agora onde o pensamento vai
Pra rever a minha china e também meu velho pai
O arroz a carreteiro que a minha velha fazia
Era o prato mais gostoso do rincão onde eu vivia
Tenho medo do regresso mau pensamento me vem
Pois talvez eu lá chegando não encontre mais ninguém

Compositor: Palmeira/Mário Zan

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Dino Franco e Mouraí no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS