Diego e Victor Hugo
Página inicial > D > Diego e Victor Hugo

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

FOTOS

diego-e-victor-hugo - Fotos

Diego & Victor Hugo
Autores De Hits Gravados Por Nomes Como Henrique & Juliano E Wesley Safadão Apresentam Novo Trabalho
O mundo sempre dá voltas até colocar as coisas em seu devido lugar. A união de Diego e Victor Hugo tanto pela amizade desde a infância quanto pela música, é prova concreta disso. Não à toa são uma das duplas mais ouvidas do Brasil.
Diego nasceu em Brasília, foi morar em Goiás e depois na Uberlândia natal de Victor Hugo. Desde sempre é multi-instrumentista, afeito às cordas do violão e de sua paixão, a guitarra. Isso vem de berço, de escutar e ser estimulado pelo avô, que tocava viola caipira. Era a semente depositada em sua futura (agora presente) trajetória musical.
A mesma semente teve Victor Hugo, nascido na Uberlândia berço da dupla, nas rodas de viola que seu pai comandava e protagonizava entre amigos. Aos 10 anos ele pegou o violão e não mais largou
O ano de 1999 foi decisivo para os dois. Foi quando Diego mudou de mala e violão e guitarras para Uberlândia e eles começaram a participar como dupla de eventos musicais. Uma rádio local promoveu concurso de música sertaneja, eles se inscreveram e ganharam.
O nome composto Diego & Victor Hugo apareceu com mais força e os bares azeitaram a química de palco. Faltava estúdio. E mais: as músicas na hora de registrarem em gravação. No carro, Victor Hugo escutava suas influências, como Jorge & Matheus, só que na hora que chegavam a eles propostas de canções de outros para gravarem, não se enxergavam ali. Victor Hugo, então, decidiu partir da teoria para a prática e começou a escrever.
As músicas começaram a repercutir, mas antes de o fazerem em suas vozes como dupla, apareciam como hits no repertório de outros artistas, que viam ali todo talento melódico depositado.
Eles gravaram um Ep de cinco músicas, e uma das composições começou a ser disputada por outros artistas, entre eles o saudoso Cristiano Araujo, até o registro de Henrique & Juliano de "Calafrio". A música e o nome da dupla explodiram no universo sertanejo. Já não era mais a dupla de sucesso na tradicional cidade do Triângulo Mineiro, mas no Brasil.
O nome deles começou a correr entre os músicos do gênero, e nos últimos sete anos o sucesso cresceu em créditos de composições. Jads & Jadson gravaram "Correndo Risco", Matheus & Kauan registraram "Se Entrega", entre outras, Simone & Samaria ficaram com "Amor aos Meus Ouvidos", Bruno & Marrone entraram em estúdio com música de Victor e até Wesley Safadão gravou duas canções recentemente.
O repertório ainda sobrava, e em uma noite na Uberlândia onde nasceram para a música Diego & Victor Hugo registraram 20 que saem no Dvd ao vivo "Sem Contraindicação", sendo 17 delas inéditas.
Correu um ano e meio desde que o projeto nasceu até que fosse registrado. Eram 40 canções, que foram para votação entre os músicos e o produtor que os acompanha, Junior Melo, com década e meia de serviços prestados à música sertaneja e produção de alguns dos principais nomes do meio.
Nem assim conseguiam deixar de atender pedidos de outros artistas. O repertorio do show foi mudando justamente por isso. Tanto que uma das canções do set-list, "O Alvo", foi composta cerca de duas semanas antes do show. E escolhida para parceria no palco com Henrique & Juliano, que igualmente participaram do hit 'Calafrio".
"#Baladeira" foi a escolhida para o registro com Maiara & Maraisa, numa mescla de rural com reggaeton. Um bar foi montado no palco, onde sentam junto a Bruno & Marrone para "Chumbo Trocado", que trata justamente da procura de um boteco para matar saudade de amor.
"Interfone" talvez nem entrasse no repertório, não fosse pedido de Gusttavo Lima para cantá-la junto a eles. Mesmo pedido fizeram Henrique & Juliano para as duas já citadas e ainda há espaço para Jads & Jadson em outra inédita, "Bar da Esquina".
Tudo isso para dizer que não existe chancela nesse nível de colaborações, participações e sucessos, tanto em vozes próprias quanto nas dos outros, à toa. Diego & Victor Hugo pisaram no cenário musical há sete anos como realidade desde o primeiro passo.


Redes sociais