Luna(-Tic) (tradução)

Diary of Dreams


Luna (-tic)


[Uma ode à graça]


Frágil!


Tranquilidade perdeu o seu silêncio

Disfarçado em fúria selvagem

Um amigo pensativo, o pecador escolhido

minha estabilidade muito vago


Por que agora eu sofria?

Por que agora eu morri?

As criaturas mais selvagens tocar meu corpo

Eu sinto que minha respiração se dispersar


Frágil!


Eu tentei ver a minha liberdade

eu tentei encontrar a minha mente consciente

Eu tentei ver a humanidade

Eu tentei voar para longe de minha mortalidade

desfeita!


Enflame meu paraíso com sabedoria

Estranhamente raro

Intoxicação

A lenda morre para se manter vivo


Um padre vai segurar sua mão

confiança em Deus e rezar para o diabo

Um anjo que cura as feridas mais profundas

Ou pelo menos eu penso assim?


Alguma vez foi na minha faixa de azar

No meu forte desejo eu sei, pelo menos era


Luna(-tic)


[An ode to grace]


Fragile!


Tranquility has lost its silence

Disguised in wildest rage

A thoughtful friend, the chosen sinner

My stability too vague


For what now have I suffered?

For what now have I died?

The wildest creatures touch my body

I feel my breath disperse


Fragile!


I tried to see my liberty

I tried to find my conscious mind

I tried to see humanity

I tried to fly away from my mortality

...undone!


Enflame my paradise with wisdom

Strangely rare

Intoxication

A legend dies to stay alive


A priest will hold your hand

Trust in god and pray for the devil

An angel heals the deepest wounds

Or at least I think so?


Was it ever in my range of chance

In my strongest urge I know at least it was


Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS