Página inicial > Jovem Guarda > D > Diana > Variações

Variações

Diana


Sinto que sou uma nota musical
Mas não consigo me achar na escala da vida
Escala infinita, escala de boca sofrida
Palavras não enchem, não enchem barriga
Porém de vez em quando, sinto que amando
Tudo é diferente, o de trás é que é frente
Frente universal, unilateral
Frente indiferente, mas eu sigo em frente
Em frente da bagunça, em frente da arruaça
Tudo aqui é gente, tudo aqui é praça

Se a sua vida anda embaralhada
Siga o meu conselho e tente outra jogada
Não jogue buraco, jogue vinte e um
Jogue-se no espaço que aqui dá pra mais um
E no final do dia em tráfego aloprado
Você de mão no bolso e terno amarrotado
Tenta então fugir da vida agitada
Pensa na mulher, na criança, e dá risadas
Ri da própria vida, ri não sei por que
Ri indiferente, ri por não saber

E o novo aumento por você tanto esperado
Terá novamente que ser adiado
Pois o seu patrão que é dose pra leão
Não liga pra papo, ele quer crescer

Quer carro do ano, quer um aeroplano
Ele quer ser notícia na coluna do ibrahim
Carro do ano, quer um aeroplano
Ele quer ser notícia na coluna do ibrahim

Se a sua vida anda embaralhada
Siga o meu conselho e tente outra jogada
Não jogue buraco, jogue vinte e um j
Ogue-se no espaço que aqui dá pra mais um
E no final do dia em tráfego aloprado
Você de mão no bolso e terno amarrotado
Tenta então fugir da vida agitada
Pensa na mulher, na criança, e dá risadas
Ri da própria vida, e ri não sei por que
Ri indiferente, e ri por não saber
Que o novo aumento por você tanto esperado
Terá novamente que ser adiado
Pois o seu patrão que é dose pra leão
Não liga pra papo, ele quer crescer

Quer carro do ano, quer um aeroplano
Ele quer ser notícia na coluna do ibrahim
Carro do ano, aeroplano
Ele quer ser notícia na coluna do ibrahim

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Diana no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS