Deborah Blando

Innocence (tradução)

Deborah Blando

A Luz que Acende o Olhar


Inocência


Ooh-ooh-ooh

O céu esconde o que eu quero ver

Estrelas são como olhos, observando a escuridão

Paixão e medo vem sobre mim

A noite é um fantasma acusando meu coração

Essa vida pode ser um lugar tão solitário

Eu escuto risadas enquanto caio da graça (divina)

Eu caio da graça

Agora estou marcado com o pecado original

O mundo sem fim


(Refrão)


Ooh-ooh-ooh

Quem vai lutar pela inocencia

Quando estamos sempre negando a prova

Ooh-ooh-ooh

Quem vai lutar pela justiça

Quando lavamos nossas mãos da verdade


É como voltar a ter uma vida simples

Ser como uma criança na terra prometida

Gostaria de poder dormir quando a noite vem

Sonhar com flores caindo das minhas mãos

Mas sou acordada pelos gritos de uma multidão enfurecida

Contra um homem cujo amor poderia me salvar agora

Oh, salve me agora

Eu beberei o sangue de sua coroa de dor

E eles nos chamarão de insanos


(Refrão)

Innocence


Ooh-ooh-ooh

The sky hides what I wanna see

Stars are like eyes, they're watching the dark

Passion and fear run all over me

Night is a ghost accusing my heart

This life can be such a lonely place

I hear the laughter as I fall from grace

I fall from grace

Now I am branded with original sin

World without end


(chorus)


Ooh-ooh-ooh

Who's gonna fight for innocence

When we're always denying the proof?

Ooh-ooh-ooh

Who's gonna fight for justice

When we wash our hands of the truth


Like to go back to a simple life

Be as a child in the Promised Land

Wish i could sleep when night comes over me

Dreaming of flowers falling out of my hands

But I'm woken by the cries of an angry crowd

Against a man whose love could save me now

Oh, save me now

I'll drink the blood from your crown of pain

And they'll call us insane


(chorus)

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS