De Joelhos

Débora do Violão


Podem fazer decreto pra o rei assinar ameaçar
Com covas não vão intimidar
Não troco minha fé não cesso de orar
daqui não vou sair não deixo meu lugar
podem preparar a cova leões a jaula
podem até armar forca ou mesmo a fornalha
Sete vezes aquecidas isso não mim intimida
Pois o Deus a quem eu sirvo é de que todas me livra
Pois é ele quem me guarda me protege
Me ampara que vigia noite
E dia, dia e noite fiel guarda ele é minha salvação
Nele eu tenho proteção pois eu vivo em oração

Estão querendo arma laços e ciladas fazer decreto
Pra eu parar na caminhada pra mim provar
Como provaram daniel o seu desejo
É me ver longe do céu
Estão querendo cessar nossa oração incomodados
Com a nossa comunhão
E no congresso foram fazer o edito pra oprimir
E calar o povo escolhido
Mas a igreja não recua vai seguindo em oração
Quanto mas é oprimida, afligida, perseguida
Persevera em oração e Deus ouvi lá do céu
E traz resposta pro seu povo
Livra o crente da cova
E às vezes ele dar um passeio dentro do fogo

Eu não cesso de orar, eu não paro de orar
Faço como daniel podem me ameaçar
Pois querem mim ver com medo
Querem saber o segredo porque sou vitorioso
Mesmo eu tendo defeito meu segredo é joelhos
É que eu ando de joelho

Se quer resposta é de joelho, a presença é de joelhos
Livramento é de joelho, a saúde é de joelho
Não existe outro segredo joelho é de joelho
Tua cura é de joelho, a família é de joelho
Essa porta de emprego só se abre de joelho
O teu filho desviado teu esposo
Afastado vai se voltar de joelhos
Vai vivendo em oração prosseguindo
Em oração vai seguindo com Jesus
Em constante oração, guardo contigo o segredo
Prosseguindo de joelhos tu serás um campeão

Letra enviada por Débora do Violão

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Débora do Violão no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS