Elevator Operator (tradução)

Courtney Barnett

Sometimes I Sit and Think, and Sometimes I Just Sit


Operador de Elevador


Oliver Paul, 20 anos de idade

Cabeça dura de cabelo, preocupado com calvice

Ele acorda às 09: 15

Passa sem bilhete pela linha 96 do bonde

Café da manhã correndo novamente, ele está bem ciente

Que derruba migalhas de vegemite de linhaça de soja


Sentindo-se doente na visão de seu computador

Vai se esquivando pela rua Swanstonm

Arranca a gravata, e a dá para um sem-teto

Dorme no canto de um posto de metro e grita

"Eu não vou trabalhar hoje!

Vou contar os minutos que os trens se atrasam

Sentar na grama e fazer pirâmides de latas de coca-cola"


Usando fones de ouvido até o edifício Nicholas

Tropeça em um buraco que não foi preenchido

Ele espera por um elevador (de 1 a 9)

Uma senhora entra e espera ao seu lado

Os saltos são altos e a bolsa é de pele de cobra

Cabelo preso tão apertado que você pode ver seu esqueleto

Perfume Vickers em seu hálito

Um colar de casca de tartaruga entre seus seios

Ela o olha de cima a baixo com uma feição de botox

Ele está já se acostumou com esse olhar

O elevator chega e eles entram estranhamente

Seus dedos tocam no botão do último andar


"Não salte garotinho, não pule desse telhado!

Você tem a vida inteira pela frente

Você ainda está em sua juventude

Eu daria qualquer coisa para ter a pele que você tem "


Ele disse: "Eu acho que você está projetando como se sente

Eu não sou suicida, apenas me sinto inútil

Eu venho até aqui para ter percepção e clareza

Eu gosto de imaginar que estou jogando SimCity

Todas as pessoas parecem formigas daqui de cima

E o vento é a única coisa que você pode ouvir "

Ele disse que "Tudo que eu sempre quis ser

Era um operador de elevador, me ajuda, por favor? "

Elevator Operator


Oliver paul, twenty years old

Thick head of hair worries he's going bald

Wakes up at a quarter past nine

Fare-evades his way down the 96 tram line

Breakfast on the run again he's well aware

He's dropping soy linseed vegemite crumbs everywhere


Feeling sick at the sight of his computer

He dodges his way through the swanston commuters

Rips off his tie, hands it to a homeless man

Sleeping in the corner of a metro bus stand and He screams

"I'm not going to work today!

Gonna count the minutes that the trains run late

Sit on the grass building pyramids out of coke cans"


Headphone wielding to the nicholas building

He trips on a pothole that's not been filled in

He waits for an elevator (one to nine)

A lady walks in and waits by his side

Her heels are high and her bag is snakeskin

Hair pulled so tight you can see her skeleton

Vickers perfume on her breath

A tortoise-shell necklace between her breasts

She looks him up and down with a botox frown

He's well used to that look by now

The elevator dings and they awkwardly step in

Their fingers touch on the rooftop button


"Don't jump little boy, don't jump off that roof!

You've got your whole life ahead of you

You're still in your youth

I'd give anything to have skin like you. "


He said "I think you're projecting the way that you're feeling

I'm not suicidal just idling insignificantly

I come up here for perception and clarity

I like to imagine I'm playing SimCity

All the people look like ants from up here

and the wind's the only traffic you can hear"

He said "all I ever wanted to be

Was an elevator operator can you help me please? "

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS