Loira Gelada

Conrado e Aleksandro


Gato bebe leite, meu pai toma chá,
Vovô só no azeite
E eu não largo uma loira gelada,

Só se for gelada, tem que tá nevada, não pode espumar...
Por isso que eu não largo uma loira gelada,
Só se for gelada, tem que tá nevada, não pode espumar.

Onça bebe água, mamãe toma café,
Vovô bebe garapa
E eu já tô doidão de tomar mé é,
Quer vem tomar mé é, não arreda o pé é
bébe sem migué
Por isso que eu tô doido pra vir tomar mé é,
Quer vem tomar mé é, não arreda o pé,
bebe sem migué.

Gato bebe leite, meu pai toma chá,
Vovô só no azeite

E eu não largo uma loira gelada,
Só se for gelada, tem que tá nevada, não pode espumar...
Por isso que eu não largo da loira gelada,
Só se for gelada, tem que tá nevada, não pode espumar.

Sem essa de ressaca
Não quero nem saber
Eu bebo é pra dormir
E acordo pra beber
Eu não tô doente
Pra tomar remédio
Bebo aguardente
Pra curar meu tédio.

Por isso que eu não largo uma loira gelada,
Só se for gelada, tem que tá nevada,
Não pode espumar. (4x)

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Conrado e Aleksandro no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS