Cubanita

Conrado e Aleksandro

Plano B


Cubanita me lembro bem
Que foi paixão à primeira vista
Você era dentre todas
A mais bonita.
Admita que quando você me viu
Sentiu coisa parecida,
Me olhou com aqueles olhos
De bandida.
Fez amor como bailarina,
Me beijou e me enlouqueceu,
Mas chorou feito uma menina
Quando amanheceu.

Senhorita você fugiu
Daquela ilha socialista.
Algum barbudão te deu
visto de turista.
Mas assim que chegou aqui
Caiu na farra capitalista,
Andava de limusine com motorista.
Hermanita, sabemos bem,
Foi tão bom quanto tinha que ser,
Mas seguimos os nossos caminhos
Porque nos convém.

Reconheço bem que você me avisou
Da sua veia de artista,
Sumiu, se evaporou
E não deixou pista.
De repente vem gente e diz
Que te viu casada com economista,
Um outro te viu
pelada numa revista.

Cubanita
Onde estiver
Em Amsterdã ou em Nova Guiné,
Será sempre não só pra mim,
Uma linda mulher

Cubanita linda, te quiero
E diga lo que digan, te quiero
Seras bienvenida mi vida,
Hermosa señorita te quiero

Compositor: Almir Sater / Paulo Simões – Sater e Sater

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Conrado e Aleksandro no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS