Crise

Comunidade Zen (2)


O que fizeram com a nossa paz
Será que eu não posso mais sair
Parece que estamos enclausurados
Não querem que a gente saia do nosso mundim

Mais uma vez subiram a minha rua
Escoltados pela galera do bicão
Roben wood da favela amenizando a crise
Carregamento hoje pode encher o seu freezer
Ele vê filme na televisão e imagina
O meu Hollywood de verdade é com as crianças na piscina
Na laje rola um filme da vida real
Soltando pipa e achando aquilo tudo surreal
Sentado à noite com meus filhos na varanda
Olhou pro céu traçante, não meu filho, é estrela cadente
Faça um pedido, mas sorri mostrando os dentes
Sonhando com um futuro um pouco mais decente
No céu parece bonito mais acaba com a gente
A verdade é que eu não quero contar que aquilo vem de um pente

O rico não sente e ele nunca vai sentir
A crise é pro pobre, A crise é pro pobre
Se fechar a sua empresa ele não está nem aí
A crise é pro pobre, A crise é pro pobre

Compositor: Saulo de Paula

Letra enviada por ComunidadeZen Oficial

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Comunidade Zen (2) no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS