Página inicial > Reggae > C > Comunidade Zen (2) > A chapa está quente

A chapa está quente

Comunidade Zen (2)


Saindo da garagem nos anos 80
Cantando nas ruas para reivindicar
Os dias de hoje estão como os de antigamente
Estagnando parou o tempo de lá pra cá
Lembra daquele movimento que o rock fazia
O rock não pode e nunca vai parar
Cadê os roqueiros de verdade, que não se vendiam
Falavam o que sentiam, sem se calar
Roqueiro partidário. Há! Que ironia
A chapa está quente
O movimento não pode parar

Áudio, imagem, barulho, tá louco
Na minha cabeça o bagulho tá doido
Todas as raças e todas as tribos
Da zona sul a zona oeste
A chapa tá quente

No fio da navalha fica meu pescoço
Sempre de manhã acordo para mais um jogo
Faço uma oração para não cair em tentação
Para não virar alvo e ficar na direção
Desvia os maus elementos do meu caminho
Me de discernimento para entender a lábia do lobo faminto
Não ficar dando voltas perdidos no labirinto
Eu não quero ver sangue do seu sangue chorar
A chapa está quente
O movimento não pode parar

Compositor: Saulo de Paula

Letra enviada por ComunidadeZen Oficial

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Comunidade Zen (2) no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS