Escravos da Ignorância

Companhia de Amores Mizeráveis

Companhia de Amores Mizeraveis


Falta de merenda
As cadeiras estão quebradas
Banheiros imundos não da para usar
Não tem água nos bebedouros
Assim não tenho condições de estudar
Vivo iludido
Sem incentivo
Não aprendi a escrever
E nem soletrar
Aonde esta a educação no Brasil
Me aprovam de ano
De qualquer maneira e sabem que no futuro
Vou me prejudicar
Assim irei seguindo minha vida
Sem saber de nada
O mundo vou enfrentar
As consequências
O mundo cruel vai me ignorar
Cada vez mais apático e conformado
A vida é assim mesmo então deixa pra lá
Desiludido sem incentivo e sem esperança
da minha vida mudar

Compositor: Bruno Pinheiro & Diego Everto

Letra enviada por hugo

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Companhia de Amores Mizeráveis no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS