Ser Mais

Colligere


Então peguei o que me foi dito e destruí como quem rasga o papel.
E se eu olhar para o mesmo lugar, está lá outra verdade,
que eu mesmo falei e dei sentido, setindo o meu sinal em mim.
Uma idéia que explodiu em meu peito, grave e pesada.
Antes me movi por seu palco e fui coisa, como as coisas que não pude nomear.
Que eu julgava controlar.
Agora todas as promessas sçao risíveis, nenhuma estátua tem a vida a me oferecer.
Toda esperança se tornou ação.
e a cada passo, me faço.
A cada olhar mudo este lugar, fechar os olhos é o fim do mundo.
Entre você e eu, um mundo pra criar, vontade de ser mais!
Entre hoje e amanhã, um mundo pra criar.
Não há nada sólido embaixo do sol desta vontade de ser mais!

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Colligere no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS