Sementes

Clave de Rock


Somos a semente do fruto proibido,
Nascidos na refazenda.
Onde tudo foi feito pelo sol,
Onde é a dança das borboletas.
Sou jóia de falso brilhante,
O ovo, assim assado.
Vou frutificar no pilar da construção,
Meu berço é a geração do som.

Esse Roque Enrown que contagia e disfarça.
Esse Roque Enrown levou minha filha e tem uma casa.

Bebi da panela do diabo,
Sai andando meio desligado
Cresci acabou chorare,
Sou racional descobridor dos sete mares.
Expresso 22 linha 743,
Pro inglês se calar de vez.
Outra vez na estrada a todo vapor,
No dia em que a terra parou.

Esse Roque Enrown que contagia e disfarça.
Esse Roque Enrown levou minha filha e tem uma casa.

Aos artistas só pão e circo,
Pra manter a minha fama de mau.
Com o Gita eu me comunico,
Pra não cair da lama aos caos.
Meu estomago é seleto,
E meu cérebro magnético
Se não me trancarem num asilo,
No final viro clara crocodilo.

Esse Roque Enrown que contagia e disfarça.
Esse Roque Enrown levou minha filha e tem uma casa.

Compositor: Thiago Rabay

Letra enviada por Thiago

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Clave de Rock no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS