Clara Nunes
Página inicial > Samba > C > Clara Nunes > Sempre Mangueira

Sempre Mangueira

Clara Nunes

Clara Nunes 8 CD's + CD


Ôôôô, foi mangueira que chegou (bis)
Mangueira é celeiro, de bambas como eu
Portela também teve, o Paulo que morreu
Mas o sambista vive eternamente, no coração da gente (bis)

Os versos de Mangueira são modestos
Mas há sempre força de expressão
Nossos barracos são castelos
Em nossa imaginação

Ôôôô, foi Mangueira que chegou...

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Clara Nunes no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS