Rugas

Ciro Monteiro


Se eu for pensar muito na vida morro cedo, amor
Meu peito é forte, nele tenho acumulado tanta dor

As rugas fizeram residencia no meu rosto
não choro pra ninguém me ver sofrer de degosto

Eu que sempre soube esconder a minha mágoa
Nunca ninguém me viu com os olhos rasos d'água

Finjo-me alegre pro meu pranto ninguém ver
Feliz daquele que sabe sofrer

(2x)

Compositor: Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Ciro Monteiro no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS