Falácia

Circus Rock

Em Meio à Destruição


Sou, o que há de ruim
Sei, o que pensam de mim
Mas não vou admitir
Faz de conta que não sei

Ao teu lado erguerei o meu império
Mas eu tenho maior ambição

Vou fazer o que eu puder
Meu interesse manter
Acima do que vier
Eu sou a regra aqui

De marginal a um herói eu me tornei
Falsas notícias, me promoverão

Torturas (Me fazem ser mais um vilão)
Censuras (Enxergam só o lado bom)
Proponho agora uma lavagem cerebral
Talvez assim ignorem o caos

Prego a disciplina
E a ordem da nação
Governo com ganância
Eu sou, monopólio da destruição

Engano a todos pra manter o meu poder
Com a ideia de ordem e solução

Torturas (Me fazem ser mais um vilão)
Censuras (Enxergam só o lado bom)
Proponho agora uma lavagem cerebral
Talvez assim ignorem o caos

Compositor: Felipe Aquino, Bernardo Tavares

Letra enviada por Felipe Aquino

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Circus Rock no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS