Noite De Angústia

Cícero Nogueira


Orava o mestre aflito no getsêmani
E os seus discípulos oravam um pouco atrás
Era distância de um tiro de pedra
Ambos buscavam a face e a gloria do Pai
Em comunhão com o Pai lhe foi revelado
Cravos agudos iriam rasgar suas mãos
Chicote com chumbo iriam moer sua carne
E ele disse Pai, se possível não deixa isso não

Getsêmani getsêmani
Me lembra a noite de angústia do meu salvador
Getsemani getsemani
Quando viu minhalma assumiu meu pecado e dor

Lhe foi revelado alguém cuspindo-lhe o rosto
Também o caminho do gólgota e o peso da cruz
Lhe foi revelada a coroa de espinhos agudos
Que havia de furar a fronte do meigo Jesus
Lhe foi revelado o sangue correndo em sua face
E a lança rasgando o seu corpo sem ter compaixão
De tanta aflição seu suor tornou gotas de sangue
E o sangue corria da sua face molhando o chão

Letra enviada por joacira laiber marchezi

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Cícero Nogueira no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS