Chris de Burgh

Leningrad (tradução)

Chris de Burgh


Leningrado


Lá estava ela em uma sala vazia, ouvi uma voz do outro tempo

E as memorias vem rolando para trás de Leningrado na guerra


Para a menina na foto, muita coisa havia mudado nos anos que se passaram

Mas a saudade do menino que ela amava ainda era o mesmo desde a guerra


Era uma noite sem lua sobre a estrada da vida, quando ele segurou-a para dizer adeus

Muitos mais poderiam sobreviver, pois ele ficou para trás para ajudá-los a viver de novo


Quando se encontraram no portão do jardim, as lágrimas que caem de um abraço profundo

Para ela nunca saber o que aconteceu com o garoto que ela amava na guerra


Naqueles dias felizes, antes de os soldados chegaram

Para quebrar os que permaneceram

E eles só sobreviveu, quem poderia aprender a morrer, e viver para lutar de novo


lá estavam eles em uma sala vazia, ouvi uma voz do outro tempo

E suas memórias veio rolando para trás de Leningrado na guerra

Leningrad


There she stood in an empty room, heard a voice from another time,

And the memories came rolling back of Leningrad in the war;


For the girl in the photograph, much had changed in the years that passed,

But her longing for the boy she loved was still the same since the war;


It was a moonless night upon the road of life, when he'd held her to say goodbye,

Many more would survive, for he stayed behind to help them live again;


When they met at the garden gate, tears would fall from a deep embrace,

For she never knew what happened to the boy she loved in the war;


Back in those happy days, before the soldiers came,

To break down the ones who remained,

And they only survived, who could learn to die, and live to fight again;


There they stood in an empty room, heard a voice from another time,

And their memories came rolling back of Leningrad in the war.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS