Meu Tormento

Chitãozinho e Xororó

Galopeira


Eu não consigo esquecer um bem amado
Não posso mais viver assim neste tormento
Meu coração vive em balanço amargurado
Não sei porque foste esquecer seu juramento

Tento sorrir para vingar o meu destino
Que foi cruel e destruiu minha ilusão
Mas quando eu olho para o céu lá nas alturas
Lembro a linda criatura que feriu meu coração

Por isso eu choro, magoa sentida
É a herança de um falso amor
Aquela ingrata que foi tudo em minha vida
Hoje vive em outros braços a sorrir da minha dor

Meu desespero foi causado por um erro
Que eu cometi sem pensar e sem saber
Meu grande erro foi amar uma fingida
Que nesta vida não nasceu pra me querer

Só seu retrato hoje eu guardo comigo
Que representa um espelho do passado
Mas seu sorriso é um vulto de vitória
Por ela ter sua glória hoje eu vivo abandonado

Por isso eu choro magoa sentida
É a herança de um falso amor
Aquela ingrata que foi tudo em minha vida
Hoje vive em outros braços a sorrir da minha dor

Compositor: Rivair / Cantineiro

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Chitãozinho e Xororó no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS