Três Cervejas

Chico Rey e Paraná

Vol.11


Ontem ao sair do meu trabalho
Estava louco de saudade de você
Coraçao quase explodindo no meu peito
Magoado no despeito, com vontade de te ver
Eu parei num barzinho na avenida
E pedi uma cerveja no balcão
Uma gelada foi a única saída
Pra aclamar as batidas que senti no coraçao

Arrasado eu pedi outra cerveja
Só pra ver se amenizava minha dor
Eu senti que a cada gole que eu tomava
A saudade aumentava e eu morrendo por amor
Só de raiva eu pedi outra cerveja
Agonizado com a tristeza que eu senti
Envolvido naquela solidão
Debrucei sobre o balcão e ali mesmo adormeci

Meu amigo me levou embora
Após tomar as três cervejas no balcão
Ontem eu estava alucinado
Voltei pra casa embriagado de paixão
Eu confesso que chorei feito criança
Tinha motivos, pois estava apaixonado
Bebi cerveja misturado com paixão
E foi por isso que eu fiquei embriagado

Compositor: José Victor/joselito

Letra enviada por lincoln greik dos santos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Chico Rey e Paraná no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS