Mulher Gato

Cherry Ramona


Nunca fui um marginal, mas, d
e repente me deu um desejo que ir preso
Quando vi aquela gostosa de farde
amigo confesso deu medo
Deu medo de me apaixonar
Deu medo de me entregar
Deu medo de imaginar o que ela pode fazer comigo

Mulher gato
Me prenda com sua algema
Me julgue, me condena
Mulher gato
Me deixe ser escravo
Me torture em sua cama
me faça prisioneiro do amor

Ela tem peito pra encarar o perigo
Isso me deixa com tesão
Não mexe com ela, escuta o que te digo
Desarmada roubou meu coração
E me escravizou em sua cama

Ela me pega de jeito
Com seu jogo de cintura
Um par de coxas com um segredo
Na cama faz linha dura
Toda produzida com sua farda
armada ela é de mais
Só que peladinha em sua cama a loucura ela faz

Refrão: - Repete
Mulher gato
Me prenda com sua algema
Me julgue, me condena
Mulher gato
Me deixe ser escravo
Me torture em sua cama
me faça prisioneiro do amor

Compositor: Naldo Arraes

Letra enviada por Banda Cherry Ramona

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Cherry Ramona no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS