• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Hoje o sol nasceu mais cedo
    Pra o índio da recolhida
    Que trouxe mala extendida
    Junto a um primeiro clarão
    Faz parte da obrigação
    E o cuera que não se entrega
    Tenteando grito de pega
    Já vem de buçal na mão

    Sou criado recoluta
    Sou da costa do banhado
    Por isso é do meu agrado
    Cortar o rastro da sorte
    Ir de encontro ao vento norte
    Quebrar meu chapéu na nuca
    Pois a vida me cotuca
    Pra ser parceiro da morte

    Dá gosto quando a tropilha
    Sente o guiso e vira à frente
    Florindo os olhos da gente
    Que já nasce pra os arreios
    E crescem enfrentando anseios
    No desdobrar das auroras
    Quando as vozes das esporas
    Fazem tantos garganteios
    Fazem tantos garganteios

    Da gosto quando a tropilha
    Sente o guiso e vira à frente
    Florindo os olhos da gente
    Que já nasce pra os arreios
    E crescem enfrentando anseios
    No desdobrar das auroras
    Quando as vozes das esporas
    Fazem tantos garganteios
    fazem tantos garganteios

    Meu mundo é um galpão de estância
    Meu pingo é um flete de guerra
    Que pisa firme na terra
    Quando venho armando o laço
    Meu destino eu mesmo faço
    E ao santo padre eu entrego
    Sei que algum dia eu sossego
    Mas não vai ser por fracasso

    Dá gosto quando a tropilha
    Sente o guiso e vira à frente
    Florindo os olhos da gente
    Que já nasce pra os arreios
    E crescem enfrentando anseios
    No desdobrar das auroras
    Quando as vozes das esporas
    Fazem tantos garganteios
    Fazem tantos garganteios

    Dá gosto quando a tropilha
    Sente o guiso e vira à frente
    Florindo os olhos da gente
    Que já nasce pra os arreios
    E crescem enfrentando anseios
    No desdobrar das auroras
    Quando as vozes das esporas
    Fazem tantos garganteios
    Fazem tantos garganteios

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Cesar Oliveira & Rogério Melo

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.