César Menotti e Fabiano
Página inicial > Sertanejo > C > César Menotti e Fabiano > Pot-Pourri: Tranque a Porta e Me Beija/Amor Rebelde

Pot-Pourri: Tranque a Porta e Me Beija/Amor Rebelde

César Menotti e Fabiano

Memórias Anos 80 e 90 - Ao Vivo


Pelo menos desta vez vê se me entende
E coloque de uma vez nessa cabeça que eu te amo
Tô cansado de falar do meu amor
Tô ferido, machucado por favor
Vê se mata a solidão que me apavora, não vá embora

Só Deus sabe o que eu sofri, o que chorei
Se eu devia algum pecado eu já paguei
Por favor não me imponha o seu castigo, fica comigo

Quero fazer com você o amor mais gostoso
Quero transar com você os meus sonhos de amor
Tira de dentro de mim o amor que deseja
Jogue essa mala no chão, tranque a porta e me beija



Eu sei que o meu pranto é o seu maior prazer
Sua alegria é me fazer sofrer
Por seu amor, por te querer
Olha, você precisa só mudar mais um pouquinho
Deixar de lado este seu jeito mesquinho
Caso contrário eu terei que te esquecer

Às vezes querendo a gente deixa de querer
Às vezes amando a gente deixa de amar
Às vezes quando encontra um amor rebelde assim
De tanto amor a gente acaba por odiar

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a César Menotti e Fabiano no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS