Paixão

Cazuza

Por Aí


Olhinhos apertados, tristes

Por que vocês estão me olhando?

Sorrindo feito japoninha

Não pode ser só de maldade

Olhinhos azuis na flor da idade

Brilham discretos pela cidade

Escondidos em casa

Mas eu vejo na loja de doces

Mas eu vejo na praia da Barra

A minha magrela

A pele é tão branca

Que parece vela

E as mãos são grandes

E o sorriso, amarelo

E a boca é vermelha

É a bala mais bela

Olhinhos de bola de gude

Paixão impossível

Eu tenho esperança

Eu fiz o que eu pude

Ah, eu fiz o que eu pude

Olhinhos que esperam

E a gente fica louco

Sem saber o quê

Ah, olhinhos que querem

E a gente adivinha sem muita certeza

A beleza embriaga como vinho

A alma de um broto

A alma de um broto

É um susto terrível

Olhinhos de bola de gude

Paixão impossível

Eu tenho esperança

Eu fiz o que eu pude

Eu fiz o que eu pude

Eu fiz o que eu pude

Compositor: Cazuza/joão Rebouças

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Cazuza no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS