Mulher Fingida

Cascatinha & Inhana


Por uma mulher fingida
Perdi a tranquilidade
Ela me cravou um espinho
Com a sua falsidade.
Como são negros os dias
Sem a luz do seu amor
E as noites são tão frias
Por faltar-me o seu calor.

E ao cair da tardinha
Sento na beira do rio
Fico a pedir que as águas tragam
Essa ingrata que fugiu.
Volto prá dentro do rancho
Na esperança que ela volte
Mas está tudo tão quieto
Como é triste a minha sorte.

E dizem que o tempo apaga
A traição de um amor
Mas cada dia que passa
Mais aumenta a minha dor.
Já não tenho mais sossego
Passo os dias a chorar
Pois me dói tanto na alma
Que não posso mais suportar.

Compositor: Cuco Sanches-inhana

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Cascatinha & Inhana no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS