Página inicial > Sertanejo > C > Carlito e Baduí > Remédio Controlado

Remédio Controlado

Carlito e Baduí


Alô moçada não demoro estou partindo
Viver andando é a minha profissão
Se eu ficar mais um dia nesta praça
É perigoso ter uma confusão

Pois eu não vivo sem amor e sem carinho
E mulher boa é o que mais me interessa
O gavião que aproximar de mim
Só vai sobrar para ele o que não presta

Não amor, eu não posso mais ficar
Ai meu bem, eu preciso viajar
Não amor, eu não posso mais ficar
Ai meu bem, eu pretendo te levar

No meu carrão tenho um belo coxinilho
Um lugar certo pra carinho e amor
Meu toca-fitas é remédio controlado
Cura doença e não precisa doutor

Mulher bonita faz de mim o que quiser
Principalmente se adora ser amada
Pra mulher boa tenho um monte de carinho
Pra gavião tenho um saco de pancada

Não amor, eu não posso mais ficar
Ai meu bem, eu preciso viajar
Não amor, eu não posso mais ficar
Ai meu bem, eu pretendo te levar


No meu carrão tenho um belo coxinilho
Um lugar certo pra carinho e amor
Meu toca-fitas é remédio controlado
Cura doença e não precisa doutor

Mulher bonita faz de mim o que quiser
Principalmente se adora ser amada
Pra mulher boa tenho um monte de carinho
Pra gavião tenho um saco de pancada

Não amor, eu não posso mais ficar
Ai meu bem, eu preciso viajar
Não amor, eu não posso mais ficar
Ai meu bem, eu pretendo te levar

Compositor: Dom Miguel, José Homero

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Carlito e Baduí no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS