Verdade

Capitão Fausto

Gazela


A verdade é uma coisa qualquer
Faça aquilo que fizer

O rio que separa do frio
Tarda nada vai secar

Os sapatos que hoje pôs para correr
Não ajudam o andar

Mais valia que a verdade fosse a verdade
E que se ouvisse quem quiser falar
Que se ouvisse quem quiser falar

Que se ouvisse quem quiser
Correm boatos pelo amanhecer

Sobre aquilo que eu disser
É levado a peito e acabo sem ver
O que alguém quis responder

Se a verdade é uma coisa qualquer
Diga eu o que disser

A verdade é que a verdade nem sempre é verdade
E que o mundo ainda tem de crescer
O mundo ainda tem de crescer
O mundo ainda tem de crescer

Letra enviada por Beatriz Xavier

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Capitão Fausto no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS