• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Era só um menino entre a multidão que seguia a jesus
    Com o lanche na mão
    acompanhado da mãe que o conduz
    Os discípulos chegaram e falaram
    com o mestre em particular
    Despede a multidão
    pra que comprem comida pra se alimentar
    Jesus fala que é importante que todos não saiam dali
    E manda alimentar a todo o povo que estava ali
    Os discípulos falaram: senhor!
    nós não temos nenhuma condição
    Não temos dinheiro e não temos pão
    Pra alimentar a grande multidão!

    Mas tinha um menino
    quieto e caladinho que tinha em sua mão
    Cinco pães e dois peixinhos
    Um menino comum, como um outro qualquer
    Mas pra jesus fazer
    não precisa ter nome ele usa quem quer
    Na lógica humana é pouco o alimento
    Mas pra mão de jesus é só por pouco tempo
    Se pra o homem é pouco e não vale
    Mas para jesus é suficiente pra fazer milagre

    O mestre pega o pão e o peixe e ora e agradece
    Senta o povo na grama
    Os discípulos levantam e a eles os servem
    Quando tiravam o pão, já tinha lá mais dois
    Quando tiravam o peixe, já tinha lá dois peixes
    O povo não sabia se chorava ou se comia
    Era tanto alimento que a multidão repetia
    Era tanta glória que invadia aquele lugar
    Eu sinceramente desejaria estar lá
    Se para os discípulos, um lanchinho não serviria
    Mas pra jesus, dois peixes é muito peixe
    E cinco pães é padaria

    Talvez hoje você se ache que é só mais um entre o povo
    Que ninguém te viu e nem percebeu que você estava aí
    Na verdade você só veio com o intuito de adorar
    Mas na realidade o intuito de deus é querer te usar
    Pois há muitos que estão com fome
    e com sede de ouvir a palavra
    E o mestre procura àquele que tem algo pra mostrar
    O povo despreza e fala que você não tem condição
    Que o que você tem não dá pra nação
    E você se esconde entre a multidão
    Mas hoje ele te viu, e mandou te chamar
    E se você não vir, ele vai te buscar
    Você não é coluna, tem algo a mostrar
    E o mestre quer te ver, quer te encher, quer te usar
    Pra muitos você é nada, é uma pedra na escada
    É mais um na multidão, sem serventia pra nada
    Mas na mão de jesus você é muito
    é uma bala engatilhada

    O mestre vai pegar o pouco que tu tens em ti
    E vai multiplicar, capacitar, vai sacudir
    Quando abrir a boca o coxo vai andar
    Quando louvar um hino o mudo vai falar
    Enquanto tu der glória algo vai acontecer
    A glória vai descer, vai descer, vai descer, vai descer
    A glória vai descer, vai descer, vai descer
    Vai descer, vai descer
    Através de ti, deus vai fazer tantos milagres
    Serás alimento de deus para as cidades
    Mostra o que tu tens e recebe uma nova unção
    Pois hoje jesus é jesus
    E você nessa história
    é o menino do lanche nessa multidão!
    Deixa ele te usar

    Letra enviada por Gerson Cannes
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Canção E Louvor

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.