Caminho das Índias (novela)

Memórias - Pitty

Caminho das Índias (novela)

Caminho das Índias


Eu fui matando os meus heróis
Aos poucos, como se já não tivesse
Nenhuma lição pra aprender

Eu sou uma contradição
E foge da minha mão
Fazer com que tudo o que eu digo
Faça algum sentido
Eu quis me perder por aí
Fingindo muito bem
Que eu nunca precisei de um lugar só meu

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Eu dou sempre o melhor de mim
E sei que só assim
É que talvez se mova alguma coisa ao meu redor
Eu vou despedaçar você
Todas as vezes que eu lembrar
Por onde você já andou sem mim

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu
Nem quero saber

Eu sou uma contradição
E foge da minha mão fazer
Com que tudo o que eu digo
Faça algum sentido
Eu quis me perder por aí
Fingindo muito bem
Que eu nunca precisei de um lugar só meu

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu...

Memórias
Não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu
Nem quero saber
Nem quero saber

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Caminho das Índias (novela) no Vagalume.FM

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS